segunda-feira, 2 de junho de 2008

Voltando ao Dark Side

Olá pessoas, como tem andado a vida de vocês? A minha modeste a parte tem sido uma maravilha, hehehe! Já tinha muito tempo que não atualizava esse blog, mas também não faz muita diferença, porque não tenho tanta responsabilidade com os leitores (jany e lais, eu acho!). Mas também nunca me preocupei muito com a divulgação desse blog, antigamente era algo que eu escondia das outras pessoas, agora qndo me perguntam : "ei você tem um blog?", eu simplismente respondo: sim eu tenho!
Se me perguntam eu falo o endereço... nesse dias estava pensando em como divulgar esse blog, talvez eu faça mercham no cinema com rapadura quem sabe. Bom mas não estou aqui pra falar da divulgação desse blog, que aliás está muito sem graça, layout fraquérrimo, enfim... melhor nem apontar os problemas.
Hoje vou fazer uma, digamos assim "análise" de um dos gêneros de séries que mais fazem sucesso (ta certo,ficou errada a concordância, mas não achei jeito melhor pra escrever), as citycons.
Eu me pergunto, porque esse gênero, tão bobo, consegue ser tão bom? Primeiramente, os roteiristas devem quebrar muito a cabeça pra conseguir escreverem piadas toda semana, e mais, as piadas são realmente boas. Eu gosto das citycons porquê elas de uma forma geral fazem críticas à sociedade sem perder o bom humor, as vezes chega a ofender! Citycon é um gênero que sempre faz sucesso, independente do país onde foi criado (exceto na Inglaterra). Basta comparar uma citycon americada com uma brasileira, são quase praticamente iguais no quesito diversão. Eu ainda acho as citycons americanas bem mais engraçadas que as brasileiras, mas nem tudo que vem dos States é engraçado, um exemplo é a citycon "Seinfeld". Bom, antes de começar a assistí-la, sempre lia boas críticas dela, mas pelo que estou vendo (pelo menos a 1ª temporada), ela não é uma série muito boa, o personagem principal Jerry Seinfeld é um humorista, do qual não vejo graça alguma! Exemplos de ótimas citicons brasileiras que me faziam chorar de rir. Putz, tinha Sai de Baixo, A Diarista(apesar de não ter assistido muitos eps), A Grande Família (apenas as temporadas mais antigas).
As citicons americanas que posso citar: The Big Band Theory, The Oficce, Two and a Half Man, The Fresh Prince of Bell Air (um maluco no pedaço), My Wife and Kids (eu, a patroa e as crianças). Tem outros lixos como old Christine, aff, é muita coisa que eu toh sempre assistindo.
Pra finalizar, não considero as Citycons meu gênero favorito de série (se é que pode ser considerado um gênero), mas sempre quando quero rir, qndo estou triste, estressado logo procuro uma citycon pra assistir que já me animo.


2 comentários:

Leandro disse...

nem todas as imagens dessas séries são citicons

Lais disse...

Sou uma leiga nesses assunto, ai nem sei o que comentar.